[referências criativas][carousel][6]

Tuesday, April 11, 2017

O 'Novo Consumismo'

4/11/2017

As constantes mudanças culturais, sociais e ambientais têm feito surgir uma nova forma de ver o consumo e de lidar com as necessidades básicas ao passo em que as transformam ao passar dos anos. Aos poucos, o "ter para ser" foi sendo substituído pelo "ser e, talvez, ter". O fenômeno é descrito como um "novo consumismo" de acordo com a agência de pesquisas Euromonitor.

Para eles, a necessidade da mudança na forma como as pessoas lidam com o consumo é um reflexo da abertura cultural e do pensamento crítico antes de comprar algo. Dentro desta linha de pesquisa, surgiram dez características que apontam os rumos deste novo consumidor, mais consciente, mais engajado com conceitos como transparência, sustentabilidade e satisfação pessoal.





1- o novo consumidor quer transparência na relação com as marcas. Quer saber como são os processos de criação e desenvolvimento daquilo que ele consome. Ele se torna consciente do seu papel como responsável pela vida de quem trabalha para a empresa e quer que a mesma trate bem seus colaboradores.

2- uma marca deve ter valores autênticos. O novo consumidor consegue diferenciar imediatamente uma empresa comprometida com o que apresenta em seu discurso de outra que apenas tem uma boa equipe de marketing.

3- os processos de criação, desenvolvimento e comercialização de um produto precisam ter raízes sustentáveis. Assim como o consumidor se sente responsável pelo bem estar de quem produz aquilo que ele compra, ele quer que o o meio ambiente também seja preservado através de suas ações.

4- o novo consumidor é multimeios e espera que as marcas possam atender suas necessidades através de diferentes canais. A tecnologia é fator fundamental na relação com as marcas.

5- é de extrema importância que as marcas monitores as necessidades e a vida de seus clientes para entender quais anseios ela pode atender e, desta forma, ajudar seu cliente a alcançar seus objetivos.

6- com diversas formas de comparar marcas, o preço é um fator crucial no processo de decisão de compra. As marcas precisam ter preços justos e competitivos pois o mesmo produto, com a mesma composição e o mesmo processo de desenvolvimento, não deve diferir tanto nas cifras de uma marca para outra.

7- agilidade é outro fator que deve ser melhorado em muitas marcas. Não se fala somente em entregas pela loja virtual, mas da comunicação com o cliente e com a satisfação quase imediata de seus anseios.

8- antes de querer que o cliente desembolse uma quantia em uma loja, a mesma deve proporcionar uma experiência inigualável, atraindo não somente a atenção momentânea dele, mas criando laços fortes através de sensações.

9- as marcas devem oferecer oportunidade do cliente se envolver no processo de criação/desenvolvimento de seus produtos. A customização é uma excelente ferramenta que possibilita essa imersão do consumidor no mundo que produz aquilo que ele quer/deseja comprar. E toda essa imersão deve ter a possibilidade de ser compartilhada, documentada, "televisionada".

10- por mais que as marcas trabalhem para alcançar vários públicos, elas nunca poderão esquecer que o consumidor é um indivíduo. Ele tem necessidades específicas e outras gerais, que dizem respeito ao círculo ao qual ele pertence. Além de valorizar o senso de pertencimento, as marcas devem respeitar o senso de individualidade.





Fonte: BOF - Business of Fashion


Friday, March 31, 2017

Lagerfeld lança coleção cápsula com Steven Wilson

3/31/2017


O designer britânico Steven Wilson foi convidado por Lagerfeld para desenvolver uma série de ilustrações envolvendo o rosto do estilista, sua famosa gata Choupette e elementos como óculos de sol e câmeras polaroid.






Os desenhos de Wilson brincam com as três cores usadas na impressão – magenta, azul e amarelo – e aparecem em camadas sobrepostas, criando silhuetas através da mesclagem delas. As peças nas quais as imagens foram aplicadas formam uma composição que podem ser combinadas entre si no dia a dia: camisas, t-shirts, uma jaquetinha bomber e uma calça jeans branca. Além disso, duas bags completam a gama de produtos oferecidos pela linha.



Infos e imagens: WWD


Wednesday, March 29, 2017

[Trends] White Boots

3/29/2017





 A última edição da FN Platform em Las Vegas veio confirmar uma das tendencinhas mais bacanas para a temporada de inverno do ano que vem: as botinhas brancas!

Versáteis, elas transitam super bem em looks mais elegantes ou casuais, criando composições atuais e leves. Seja com calça jeans e blazer ou com vestidinhos, elas ficam incríveis!

Ah, vem ver os modelos e as marcas que trouxeram suas versões para o inverno 2018:




Dolce Vita



Kenneth Cole  - Vagabond



Via Spiga








Acompanhe nossas postagens no instagram, facebook e twitter:










Tuesday, March 28, 2017

A hipervelocidade da Uniqlo

3/28/2017


Marcas pelo mundo todo vem diminuindo o gap entre lançamento de coleção e a chegada da mesma no ponto de venda.

Em 2011 a Burberry saiu na frente e lançou uma pré-venda de seu desfile logo após o mesmo terminar, durante evento no Piccadilly Circus em Londres. Outras marcas como Tommy Hilfiger e Riachuelo (aqui no Brasil) seguiram o exemplo e correram na frente da máquina na ânsia de fazer com que o desejo do consumidor não se perdesse pelo caminho até a roupa chegar nas araras.

Nesta edição da SPFW, o lema "See Now, Buy Now", fez com que diversas (senão a maioria) disponibilizasse parte de seus lançamentos á pronta-entrega. Ou seja, nunca se falou tanto em consumo de fast retailing como nos últimos anos.

Note que há diferença entre fast retailing e fast tashion. A primeira pressupõe uma diminuição do tempo entre lançamento e compra na loja, enquanto a segunda é caracterizada pela compra impulsiva e a reposição da mesma por outro produto em pouco tempo.

A "última" a aderir ao sistema de fast retailing foi a Uniqlo. Nesta semana o proprietário da rede prometeu diminuir o tempo entre design de uma peça e a entrega dela no ponto de venda para 13 dias!



Segundo Tadashi Yanai, "a Zara (principal concorrente da rede varejista) vende moda em vez de atender às necessidades dos clientes. Nós venderemos produtos baseados na vida cotidiana das pessoas e estamos focados na venda de roupas que satisfaçam as necessidades dos consumidores. Para isso, precisamos ser rápidos e entregar em menos tempo aquilo que nossos clientes querem".

A proposta apresentada vem como uma das formas de chegar ao objetivo da empresa de aumentar em 70% o seu volume de negócios até 2021, ano em que quer faturar 27 mil milhões de euros.







Acompanhe nossas postagens no instagram, facebook e twitter:










Puma e Vila Sésamo

3/28/2017


A parceria entre a Puma e a Sésamo Workshop não é totalmente nova. Anunciada no início do mês, a colaboração, até então, tinha rendido apenas uma linha de tênis infantis e mochilas com as carinhas e silhuetas dos personagens da série dos anos 70.

O lançamento oficial da coleção celebra os 47 anos da primeira transmissão da série em 1969 e traz, além da linha de calçados, outros produtos com estampas e bordados de Elmo, Cookie Monster, Enio, Beto e Garibaldo, como jaquetas, calças de moletom, malhas, bonés, bermudas e camisetas.

Os modelos já estão á venda no site http://www.sneakersnstuff.com/en/13/puma











Acompanhe nossas postagens no instagram, facebook e twitter:










Friday, March 24, 2017

Nova campanha da Gucci usa memes

3/24/2017



A nova campanha dos relógios da grife italiana Gucci foi lançada em tom irreverente. Através de memes, as imagens mostram a nova linha de acessórios que tem tudo para se tornar viral. As legendas são divertidas (como todo meme deve ser) e brincam com a linguagem desta nova forma de comunicação.

A ideia do diretor criativo da marca, Alessandro Michele, vem reforçar a modernização da imagem da gigante europeia, focando sua comunicação num público jovem e descontraído.

As montagens foram produzidas por diversos artistas e 'personalidades da web' convidados pela Gucci como Emiliano Ponzi, Flaminia Veronesi, Polly Nor e Sebastian Tribbie Matheson. 

Confira:








Mais fotos: https://www.facebook.com/GUCCI/ 


Thursday, March 23, 2017

Nova série da Hulu adapta livro de Margaret Atwood - Os Contos da Aia

3/23/2017


Em meio às discussões atuais sobre feminismo, o serviço de streaming Hulu, adapta o livro "The Handmaid's Tale (no Brasil: Os Contos da Aia) de Margaret Atwood, escrito em 1985, onde a autora narra a vida numa numa sociedade distópica pós Estados Unidos onde os homens promoveram um regime totalitário e escravizaram mulheres. O mundo está em ruínas e a população caiu a níveis alarmantes. A "alternativa" foi aprisionar as mulheres férteis e usá-las como parideiras dos filhos de grandes famílias.

Além disso, a sociedade foi dividida em castas, cada um exercendo uma função específica na hierarquia de Gilead (nome do lugar onde se passa a história). A trama acompanha a personagem Offred e conta sua história desde quando ela é arrancada de sua família e levada para ser a concubina do Comandante, luta para sobreviver nessa nova realidade e tenta reencontrar a filha tirada de seus braços.

A premissa é forte. Não há dúvidas que de muitos paralelos poderão ser traçados com o atual momento da nossa sociedade.

Curiosidade: o livro virou filme em 1990, sob título Die Geschichte der Dienerin (no Brasil: A decadência de uma espécie), com Natasha Richardson, Faye Dunaway e Robert Duvall.






A série estreia dia 26 de abril.
Confira o trailer: 




FOLLOW @fashion_insightbr

About Us

FashionInsight

Comportamento, tendências de passarela e referências criativas para quem quer se manter informado. Conteúdos semanais e estudos mensais!




Google+ Followers

Random

randomposts