Thursday, December 10, 2009

O serzinho criativo em você

“Não tô pra idéias hoje!”
“To me sentindo um zero…..”

É normal passar isso por sua cabeça; passa pela minha, passa pela cabeça do colega da frente, passa pela cabeça de todo mundo em certos momentos, quando parece que qualquer idéia é mais uma bostinha que só serve pra feder…


Mas existem técnicas que auxiliam, e muito, a vida de alguém que precisa constantemente ter idéias e desenvolver seu trabalho de forma mais otimizada possível.

O bom das coisas é que a maioria tem alguns macetes muito interessantes que facilitam nosso pensar. Aprendemos desde cedo que pensar dói, e de fato dói.

Quando você ficava de castigo, o que diziam pra você?

“Pense no que você fez!” Essa era a punição.

Então, pensar não dói?

Dói né?

Pois é.

Mas vamos lá, voltemos ao presente!

Dicas valiosíssimas para desenvolver seu potencial criativo:


-tenha um caderno de anotações que esteja sempre com você…Aquela coisa engraçada que você viu no trem, aquela cor que te pareceu linda, aquela árvore ou aquela flor que é a coisa mais bonita que você já viu! Anote tudo! Sempre que for necessário, busque inspiração naquilo que te dá prazer, naquilo que você observa, você não vai gravar coisas ruins porque você não quer, então, sempre que você for olhar seu caderninho, verá tudo aquilo que te marcou positivamente, além de ser uma injeção de ânimo, ajuda a ativar a memória!


-quando você estiver a beira de um ataque de nervos, deixe sua sala ou seu quarto por alguns minutos e fique no banheiro sem fazer nada. Caso surja uma vontadezinha, faça, mas perca completamente o foco, deixe sua cabeça fora do pescoço, se preocupe com o que for sair de seu corpo e não com aquilo que está por fora! Nada pior do que nos momentos de relaxamento vir aquelas imagens perturbadoras em sua cabeça e você não conseguir relaxar…. O banheiro é um lugar muito bacana, lá você não se preocupa com mais nada a não ser você e suas vontades ou necessidades… Volte de cabeça limpa e, por favor, mãos também.


-uma das técnicas mais utilizadas para resolver algum problema é a técnica do brainstorming. Consiste em escrever tudo aquilo que vem em sua cabeça sobre determinado assunto. Uma verdadeira tempestade de idéias, situações, imagens que podem lhe auxiliar e muito, na explanação de algum tema. Não seja tão profundo, anote TUDO que puder. Todas as idéias são válidas, lembre-se que por mais que uma merdinha seja uma merdinha, ela também pode ser adubo! Fertilize seu caderno, escreva, seja baboseira seja coisa séria!

-nunca fique muito tempo sem comer. Seu cérebro precisa se alimentar também! Refeições leves durante seu expediente são extremamente importantes para manter o ritmo de trabalho de sua cabeça.


-procure informações em livros também. Internet é muito bacana, mas os autores não se debruçam sobre uma máquina para escrever para ninguém. Na dúvida do que ler, vá até uma banca e converse com o livreiro, ele sempre tem dicas muito bacanas e na maioria das livrarias os livros encontra-se separados pelo tema, é uma forma muito rápida de se achar o que se quer sem ter que ficar batendo a cabeça em vários prólogos que talvez não lhe agradem. Dicas de leitura são boas, olhe nas revistas de maior circulação, sempre há dicas que são valiosíssimas.


-uma outra dica, trabalhar sozinho pode ser ótimo, mas procure trabalhar com mais duas pessoas, mais de três vira bagunça e se perde o controle de idéias. Existe uma técnica chamada 635, na qual você e mais duas pessoas escrevem seis idéias em cinco minutos (por isso o nome: 6 idéias, 3 pessoas e 5 minutos). O mais bacana é que seus colegas podem pegar carona nas suas idéias e irem desenvolvendo, ou seja, todos trabalham sempre juntos. Uma idéia acaba dependendo da outra. Além do que várias visões permitem um trabalho diferenciado sobre uma mesma idéia. Isso é repartir conhecimento e pontos de vista.



Bom, ficam minhas dicas de como se exercitar. Vai de você entender a importância de ser criativo e saber como o onde empregar minhas sugestões. Mais uma coisa: TODOS somos criativos, uns mais, outros menos. A diferença está no exercício que se faz para chegar a este grau maior de criatividade. Por isso, exercite-se!




SIGA-NOS @FASHION_INSIGHTBR