Wednesday, March 3, 2010

Fórum de Inspirações Verão 2011

Walter Rodrigues conduziu a apresentação sobre as tendências que nortearão as criações para o verão 2010/2011 na noite de ontem, 02 de março. Brilhantemente apresentadas, as tendências giram em torno de três Conceitos, todos vindos da valorização do que se tem, de quem se é, de onde se vem.
Nas palavras da incrível Carol Garcia, do brilhante Alex Atala e da queridíssima Miti Shitara, os Conceitos foram destrinchados de uma forma suave e um dos pontos mais reforçados da palestra foi a conscientização para a visão do todo, da pesquisa, do desenvolvimento de uma identidade própria de criação, que afirme quem se é e o que se deseja ser.
Curiosa pra saber o que rola no verão? Olha só:

*Conceito 1: Alegria, Euforia, Colorido, Música

Os olhos dos criadores de voltam para o “made in Brasil” numa tentativa de valorizar toda a cultura construída em mais de 500 anos de história. Nossas influências, nossas festas, nossa pluralidade, a multiplicidade de gostos e ideias que convivem em um mesmo país. No contexto que se apresenta, o povo constitui um mosaico em movimento, uma miscelânea de cores, crenças, raças. Através de transformações aplicadas ao que conhecemos, se apresenta sempre algo novo, relacionado a nossa cultura e, de certa forma, sempre familiar.
-Elementos de criação: strass, pedrarias em acrílico, saltos super finos, gliter, flores, tressês, tons flúor, bordados, acabamentos em lusco-fusco, cores cítricas e fortes.

*Conceito 2: Herança, História, Tradição, Sentimento

Aqui, nas palavras de Alex Atala, se encontram todas as memórias, todas as sensações, todas as tradições e tudo aquilo que faz parte na nossa trajetória. Nossa essência enquanto nação é a fonte de matérias primas que auxiliam na criação de produtos que são íntimos, não somente a nós mesmos, mas a um imaginário coletivo desenvolvido a partir da nossa história, da nossa identidade. Note uma grande valorização dos trabalhos artesanais e da união do rusticidade, da natureza, com a cultura humana, civilizada, urbana. A ancestralidade pode ser vista como um “bureau” incrível, cheio de ideias para inovar, para diversificar, para criar. Palavras que marcam: expressão artística.
-Elementos de criação: pérolas, prata e ouro envelhecidos, tule, tons terrosos, ráfia, brocados, armações em metal com aspecto handmade, camafeus, resinados escovados e com aspecto de envelhecidos.


*Conceito 3: Raro, Único, Ousado, Extraordinário, Singular

Miti Shitara fala sobre o que, de fato, é importante para nós. O que é indispensável, o que é raro, o que deve ser preservado?
Nesse contexto, a valorização do natural, do biológico é o mote da tendência. As anatomias animal e vegetal constituem o ponto de partida para a compreensão dos processos naturais e da influência que eles podem exercer na mentalidade de quem consome. Designers se voltam para a natureza para extrair dela texturas, padronagens e estruturas. Inicia-se uma grande experimentação, na busca por compreender o sistema natural que oferece belezas raras, únicas e cheias de vida e beleza.
-Elementos de criação: flores, pétalas, animal print, pêlos, pedrarias, sementes, artesanato, cores vivas e cítricas, muito verde e marrom e café, padronagens e texturas de asas de insetos.

Promovido pela Assintecal, o Fórum e Inspirações ocorre duas vezes ao ano, trazendo o que há de mais bacana para a pesquisa de moda.

SIGA-NOS @FASHION_INSIGHTBR