Tuesday, April 20, 2010

Nina Ricci e uma reflexão sobre identidade de um produto

      A nova campanha do perfume fofo da Nina Ricci está dando o que falar. Mais uma vez, me peguei assistindo à campanha neste final de semana e ela mereceu um post. Gosto quando as marcas apostam de verdade em seus produtos e fazem uma mega produção porque não é apenas mais uma linha lançada  pela marca, é uma identidade, é uma atitude, uma questão de estilo e como tal, tem sua importância e deve ser estimulada, investida.
      Penso que falta este tipo de confiança (e também um pouco de grana, ok) para que algumas marcas brasucas assumam de vez o amor por seus produtos e ofereçam suas linhas com altíssimo valor agregado. Quem aqui nunca quis adquirir uma mega marca internacional pelo glamour, pela qualidade, pela história da marca, pelo alto padrão de produção?
      Vale a pena porque demonstra preocupação nossa com o que vestimos, com o que pensamos, com o que consumimos. Não é só mais uma calça jeans, são anos de história, são anos de pesquisa, são milhões em investimentos. Não é apenas uma calça. Tem a criatividade, o amor de um estilista. Isso é valor agregado. 
      Fica a dica queridones, pensemos muito bem antes de comprar: tem a ver com aquilo que eu acredito, com meu estilo ou é apenas baratinho e deixa meu bumbum desejável?

















A garota propaganda é a fofa da Jéssica Stam. Um ideal de beleza, sensualidade, bom humor e feminilidade. Penso que muitas mulheres se deixam levar pela "briga pela igualdade" e esquecem que não somos e jamais seremos iguais uns aos outros. A própria justiça diz: "igualdade aos iguais e distinção entre os desiguais". Mais uma dica de pensamento. Se você discorda, troque uma ideia comigo por aqui mesmo. 
Um super abraço, Doug.


SIGA-NOS @FASHION_INSIGHTBR