Monday, June 28, 2010

A moda de Gareth Pugh

O ar pós apocalíptico é a marca registrada do estilista Gareth Pugh. Fã ardoroso do movimento gótico, ele emprega toda sua visão nos modelos autorais que parecem fugir da onda “colorida-somos-todos-felizes” que reina em algumas coleções apresentadas como apostas para o verão de 2011.

Confesso que não gosto de ficar antecipando as coisas porque isso cria uma confusão desnecessária e grande na cabeça das pessoas – estamos entrando no inverno mas nossa cabeça está nas peças que usaremos no verão!.

Fugindo um pouco deste preceito, resolvi falar rapidamente sobre a coleção masculina que o estilista apresentou como forma de introduzir novos conceitos de moda naqueles, que como eu, tem certa restrição com tudo que parece fugir demais do clássico guarda-roupas masculino.

O cara se permite experimentar com todos os tipos de tecidos, texturas e cores para criar um ambiente quase sombrio, representando uma realidade semi-alternativa, muito parecida com aquela proposta pela saga Star Wars. Ok, viajei muito agora, mas o fato é que as experimentações com os caimentos, as modelagens e os temas exploram submundos interessantes e quase inimagináveis.

As silhuetas brincam em um jogo andrógino e o clima pesado cria uma atmosfera um tanto quanto parecida com Tim Burton. Já falei várias vezes que o fato de um artista remover as formas mais óbvias de beleza faz com que nossos olhos procurem-na em lugares onde não a veríamos usualmente. E é isso que faz com o que o trabalho de estilistas como Pugh se tornem maneiras de nos fazerem procurar novas formas de beleza.

Abaixo algumas fotos da coleção de verão 2011 do estilista.












(o estilista)


Fotos: Marcio Madeira para Style.com

SIGA-NOS @FASHION_INSIGHTBR