Monday, July 26, 2010

A moda a serviço da cultura



O título do post soou estranho, não? Calma que já explico.

Me cansa profundamente ver alguns de meus colegas com atitudes tão arrogantes quanto a presunção da sua suposta inteligência. Me cansa ver alguém menosprezar outras pessoas pelos gostos comuns.

Acho sadio uma pessoa ficar horas e horas apenas batendo papo sobre amenidades cotidianas, ver alguém gargalhando das fotos da carteira de identidade sem se preocupar com a leitura de Nitsche que está atrasada. Deixe Nitsche para lá e vá fazer o que lhe dá prazer.

Nada mais anti-natural do que fazer as coisas porque alguns acham que é bom, ou melhor: porque alguns acham que é Cult. Palavra essa que me mata.

Criou-se uma convenção barata de que quem lê o trabalho de um filósofo é igualmente sábio. Igualmente sábio, para mim, é aquele capaz de ler um parágrafo de um texto e entendê-lo. Sábio é aquele que aliou conhecimento e prática. Sábio é aquele que lê algo útil e se propõe, de fato, a fazer a coisa certa.

Citar grandes pensadores e fazer bobagem é o mesmo que ler uma bula e tomar a medicação errada.

Nada de fashion por aqui. Apenas um momento de reflexão compartilhado com que acredita que a moda está a serviço de quem realmente leva a vida numa boa, numa esportiva. Afinal, seriedade demais dá rugas.

SIGA-NOS @FASHION_INSIGHTBR