Friday, January 21, 2011

Boulevard

Durante três anos a fotógrafa Katy Grannan capturou imagens pelas ruas de Los Angeles (onde moda) e San Francisco, buscando no cotidiano a matéria para seu trabalho: o diferente imperceptível.

Por meio de fotografias de pessoas que ela encontrava durante estas saídas, ela capta uma universalidade: o estilo que cada um tem. O cuidado da artista está justamente na não localização das fotos (se você reparar, todas elas tem uma parede branca ao fundo), o que faz com que a sensação de geolocalização se perca e possamos nos focar nos personagens e não no contexto onde eles estão inseridos.

O trabalho é interessantíssimo do ponto de vista comportamental - e porque não, do estético - porque vai de encontro ao que entendemos por estranho - quando analisamos uma figura, enquadramos ela em um contexto, utilizando esta ação para justificar sua classificação. Mas o trabalho de Katy  propõe a perda das barreiras geográficas e com isso, a perda da classificação "estranho / normal".

O ponto onde Katy quer chegar é a percepção de elementos que compõem os estilos e a familiaridade que temos -ou não - com eles. O grau de surrealidade que alguns "quadros" exibem e a forma como eles são compostos.

Atualmente a exposição está aberta a visitação na Fraenkel Gallery, San Francisco, Califórnia.

Mais mais infos, acesse: http://www.fraenkelgallery.com 








 Fotos: Fraenkel Gallery



Abração, Doug Oberherr

SIGA-NOS @FASHION_INSIGHTBR