Friday, August 30, 2013

Inverno 2014 da Wolfstore busca inspiração na beleza, alegria e divindade











Para o inverno 2014 a Wolfstore, indústria têxtil de Novo Hamburgo, buscou referências criativas que traduzissem conceitos como divindade, alegria e beleza. Para a diretora criativa da marca, Andressa Cigerza, são estes os elementos, características femininas, que a coleção exalta. 


Os produtos foram divididos em três linhas criativas, que receberam nomes de grandes mulheres da história mundial. A primeira linha chama-se Alexandra, em referência à Alexandra da Dinamarca, rainha que imperou no Reino Unido de 1902 a 1925. “A Alexandra nos deu uma base luxuosa para trabalhar”, comenta Andressa, “permitindo que nos inspirássemos nas vestimentas reais do século XVIII.” Nos tecidos estão presentes acabamentos com resinas douradas, veludos, rendas, paetizados, arabescos e lurex.


A segunda linha da marca recebeu o nome de Janet, em homenagem à Janet Armstrong, ex-mulher do primeiro homem a pisar na lua. Janet é uma linha urbana com referências ao futurismo da década de 60. Nas estampas, aparecem geometrias, espirais, skylines em diversas matizes, tons de cinza e prata, brilhos discretos e acabamentos vinílicos.


O último conceito da coleção é chamado de Zandra. “Zandra vem de Zandra Rhodes, uma estilista britânica incrível, super conhecida pelo visual e pelas criações excêntricas. A maior contribuição dela para a coleção é esse espírito transgressor, jovem e vivo”, pontua Andressa. As estampas possuem motivos étnicos, reproduções de miçangas, sobreposição de padronagens e peças de artesanato. Cores fortes e quentes aliadas a bases douradas e tons de cobre criam padrões inusitados e divertidos.















Fotos: Zé Roberto Muniz



SIGA-NOS @FASHION_INSIGHTBR